Capa | Biografia | Livros | Oficinas | Atividades Sugeridas | Agenda | Notícias | Fotos | Links

Textos

Liberdade


Não se importava
com a dor nos pés.
As mãos?
Também doíam.

Franzina,
sentia que deveria
parar para descansar,
mas continuava a
desabalada corrida.
Só pararia
quando chegasse
ao esconderijo e lá,
à sombra das árvores,
pousasse na relva a
caixa da liberdade e
dela tirasse asas.

Hoje,
conta essa história
para a bisneta,
menina livre,
que não precisa esconder-se
para ler e sentir
o gosto de liberdade
que cada livro tem.

Maria Inez Flores Pedroso
12/01/2015

 

 


 


Site elaborado pela wwsites - sites para escritores